FANDOM


Fiona Goode
 
→→| }}
Fiona Goode.png
Interpretado por
Jessica Lange
Riley Voelkel (flashbacks de 1971)
Kate Paige (criança)
Primeira Aparição
Última Aparição
Espécie
Humana (Bruxa)
Causa da Morte
Carcinomatose meníngea ("The Seven Wonders")
Ocupação
Relações

Marie Laveau (rival/aliada)
Myrtle Snow (rival/vítima)
Madison Montgomery (protegida/vítima)
Queenie (protegida/cadáver ressuscitado)
Quentin (amigo)
O Homem do Machado (amante/vítima de feitiço)
David Zhong (victim)
Harrison Renard (inimigo/vítima)
Anna Leigh Leighton (mentora/vítima)
Kyle Spencer (protegido)
Stevie Nicks (amiga)
Nan (protegida/vítima)
Spalding (aliado/servente)
O Minotauro (vítima)
Papa Legba (dono da alma)
Delphine LaLaurie (servente)

Parentes
{{{parentes}}}
Ocupação
Frase1.png
Quem é a bruxa mais foda da cidade?
Frase2.png
Fiona Goode

Fiona Goode (nome completo Fiona Borgia Vandenheuvel Goode) é a Bruxa Suprema do coven de salém (conhecida popularmente como a Suprema). Ela é uma personagem principal em Coven retratada principalmente por Jessica Lange.

ResumoEditar

Como Bruxa Suprema das descendentes de Salém, a glamourosa Fiona Goode vive uma vida de luxo, viajando pelo mundo e vivendo no meio de celebridades. Agora, ela volta para casa e para a Academia da Madame Robichaux em Nova Orleans, com planos para governar seu clã novamente e reparar seu relacionamento com sua filha distante.

Fiona é obcecada com a juventude eterna e despreza o envelhecimento do corpo. Embora seus poderes lhe permitem drenar a vida de suas vítimas, ela ainda tem de alcançar seus objetivos. Ela tem uma relação tensa com a filha, que a vê como uma intrusão à sua tentativa de educação na academia. Fiona, no entanto, desconsidera os desejos de Cordelia e começa a instruir as meninas sobre o verdadeiro poder das bruxas, durante a busca para a imortalidade.

Personalidade & AparênciaEditar

Fiona é uma mulher bonita, graciosa, embora extremamente vaidosa, particularmente quando se trata de envelhecimento. Ela é cruel, que não apresenta culpa por assassinato. Como uma bruxa poderosa, ela não teme ninguém e quer viver para sempre. Ela também encontra diversão em insultar e menosprezar os outros. Fiona prefere usar vestidos pretos, mas ela é irrisória em relação a outros estereótipos comuns de bruxas. Qualquer um que ela considere inútil ela elimina, ou pela inalação de sua força de vida. Apesar de sua vaidade, ela realmente se importa com sua filha e suas alunas, mas está disposta de usá-las para seu próprio benefício quando a oportunidade surgir.

Ela mostrou vários traços sociopatas como engano e manipulação. Ela manipula O Homem do Machado para fazer seu lance em mais de uma ocasião. Ela não está teme em manipular qualquer outra pessoa, e ela geralmente usa outras pessoas para seu próprio ganho. Depois de descobrir que ela não tinha alma, sua primeira ideia era matar todas as suas companheiras bruxas.

Poderes e Habilidades Editar

Fiona é uma bruxa natural que mostra ter dominado todas as Sete Maravilhas. Embora como Suprema, é implícito que Fiona tem todas as habilidades mágicas.

  • Telecinese - uma das sete maravilhas , a habilidade mágica de mover coisas com somente o poder da mente.
  • Concilium - Uma das Sete Maravilhas , a habilidade mágica de dobrar a vontade de outro indivíduo e forçá-los a fazer tudo o que o usuário desejar. Também é comumente conhecido como Controle Mental.
  • Transmutação - Uma das Sete Maravilhas, a habilidade de se mover de um lugar para outro sem ocupar fisicamente o espaço entre eles. É também conhecido como Teletransporte.
  • Descensum - Uma das Sete Maravilhas , a habilidade mágica de descer o corpo astral em seu próprio Inferno pessoal. É também conhecido como Projeção Astral.
  • Vitalum Vitalis - Uma das Sete Maravilhas, a habilidade mágica de equilibrar as escalas entre a vida e a morte.
  • Adivinhação - Uma das Sete Maravilhas, a habilidade mágica de adquirir conhecimento através de meios indiretos.
  • Pirocinese - Uma das Sete Maravilhas , a habilidade mágica de criar, controlar e manipular fogo com o poder da mente.
  • Clarividência - A habilidade mágica de ler as mentes dos outros e projetar seus pensamentos para eles.
  • Ritual de falência - Ritual usado por Fiona para fazer Delphi Trust ir à falência.
Frase1.png
Venha para mim, Hecate. Mãe dos Anjos, Alma Cósmica do Mundo. Comminuet, infirmabitur, submergetur. Praecipita, strangulare percusserite em corde suo proposito. Comminuet infirmabitur submergetur. Praecipita strangulare percusserite em corde suo proposito. Traga-os para mim em um estado enfraquecido. Faze-me forte e astuto, para que eu possa destruí-los.
Frase2.png

SinopseEditar

Fiona Goode está sentada em um escritório de luxo, onde o Dr. Zhong diz a ela de uma nova droga que pode, possivelmente, reverter o envelhecimento. Intrigada com o soro promissor, ela exige que lhe seja dado imediatamente. Surpreso com o pedido enérgico, o cientista informa que a droga deve primeiro ser submetida a ensaios adequados e revisão antes de ser administrada. Desinteressada nestes obstáculos burocráticos, ela lembra que ela detém os investimentos para suas pesquisas e ele acaba lhe dando.

Em seu quarto, em Los Angeles, Fiona está em uma raiva movida a cocaína. O soro não está funcionando. O cientista visita a bruxa a pedido dela e dá de cara com sua angústia. Farto da mulher vaidosa, ele rebate que o envelhecimento é uma parte da vida; que todos os seres humanos morrem. Ele diz que irá pedir sua demissão no dia seguinte e está prestes a sair, e é quando Fiona usa telecinese para trancar as portas e jogá-lo contra uma parede. Ela, então, drena a sua força de vida, até que ele não é nada mais do que um cadáver murcho.

Fiona sorri para a sua aparência agora jovem, mas a felicidade é de curta duração, como o rosto retorna rapidamente ao seu estado anterior. Sua magia não é forte o suficiente para conceder-lhe juventude eterna.

Fiona retorna a Nova Orleans depois de saber que a necromante, Misty Day, foi queimada na fogueira. Ela confronta a filha, Cordelia Foxx, na academia que esta dirige, Acadêmia para Excepcionais Jovens Garotas da Madame Robichaux. Sua filha informa que ela não é bem-vinda, mas Fiona é indiferente à rejeição da filha e resolutamente informa Cordelia de que ela não sairá e que ela irá prontamente começar a ensinar às alunas como se defender.

No dia seguinte, Fiona decide levar as meninas para um passeio. Enquanto andam pela cidade, ela leciona as quatro alunas da escola, Nan, Zoe, Madison, e Queenie, sobre a necessidade de bruxas para ficar juntas e fortes. Depois de Nan se afastar do grupo na antiga residência de Delphine LaLaurie, Fiona segue a jovem clarividente e, através dela, descobre a localização do túmulo de LaLaurie.

Mais tarde, naquela noite, ela enfeitiça dois homens para desenterrar o caixão, revelando uma LaLaurie muito viva. Ela desata a mulher e sarcasticamente se oferece para comprar-lhe uma bebida.

Em vez disso, Fiona traz a mulher confusa para sua casa para amarrá-la e amordaçá-la, só permitindo a ela para falar quando ela pergunta sobre o segredo da imortalidade de LaLaurie. Ela esconde a presença de LaLaurie de Cordelia, que percebe um estranha e repugnante cheiro do quarto de sua mãe.

O questionamento de Delphine por Fiona é interrompido pela chegada de detetives, que interrogam Madison e Zoe sobre as mortes dos garotos da fraternidade, especialmente a possível morte provocada por Zoe no hospital. Assim que Zoe revela tudo, sob a pressão, Fiona entra em cena, magicamente forçando os detetives a entregar as suas provas e esquecer-se sobre a sua visita. Ela, em seguida, utiliza telecinese para jogar as duas meninas contra as paredes de seu quarto antes de avisá-las de que a única coisa que elas devem ter medo neste mundo perverso é ela, Fiona.

Fiona aprende com Delphine que era Marie Laveau, a Rainha do Vodu, que a amaldiçoou com a imortalidade antes de enterrá-la viva.

Fiona visita um salão de beleza no centro, que é dirigido por Marie Laveau, que não parece um dia mais velho do que ela foi quando ela amaldiçoou Delphine. As duas mulheres se enfrentam, a troca de insultos, enquanto Marie faz o cabelo da Fiona. A Suprema sutilmente menciona alavancagem que ela tem contra Marie e pede o segredo da imortalidade, mas a Rainha do Vodu ri na cara dela. Quando Marie ordena aos seus homens para retirarem Fiona do salão, a bruxa magicamente ateia fogo a uma prateleira de perucas caras. Ela zomba de Marie chamando seu salão de "salão de merda" antes de sair.

Depois de descobrir que Delphine escapou, Fiona a encontra na frente de sua antiga mansão. Delphine está deprimida e as duas se entendem, apesar do fato de que Fiona aponta que Delphine merecia aquela punição. Delphine espera que Fiona a mate e a Suprema diz que ela pode, em algum momento, mas ainda não. As duas mulheres voltam para a Academia.

Como se vê, Fiona assassinou a ex-Suprema em 1971, que considerou Fiona inapta para liderar a Coven. Spalding foi testemunha do crime.

Ela, então, transforma Delphine na nova empregada da escola, apesar dos protestos da ex-socialite. Quando Delphine se recusa a servir Queenie, Fiona ordena que ela seja escrava de Queenie a partir de agora, afirmando que ela odeia nada mais do que uma racista.

Quando ela tenta consultar um cirurgião plástico, os resultados de seu trabalho de sangue voltam como desastrosos. Fiona se torna cada vez mais desconfiada quando Madison Montgomery começa a desenvolver pirocinese. Ela chama a jovem bruxa para sair, testando secretamente seus avanços no poder. Quando Madison começa a mostrar potencial em Concílio, Fiona fica bêbada inocentemente em uma festa em um bar. Ela confronta Madison sobre seu futuro como Suprema entre os retratos das ex-Supremas, dizendo à jovem bruxa que ela está morrendo de câncer e lamenta ter sido uma má líder do clã. Madison oferece ajuda, mas Fiona recusa, querendo morrer em grande estilo. Ela confessa que matou a Suprema anterior para a jovem bruxa, ordenando-lhe para fazer o mesmo com ela agora: cortar a garganta de Fiona com a mesma faca que Fiona usou para matar a ex-Suprema.

Madison se recusa e, em uma breve discussão, Fiona corta aparentemente acidentalmente a garganta de Madison. Spalding mais uma vez testemunha o assassinato, entregando à Fiona uma toalha para limpar o sangue. Seu sorriso dá lugar à dúvida se a morte da menina foi um acidente. Ela ordena Spalding para enterrar Madison profundo abaixo do gramado, friamente afirmando que o clã só precisa de um novo tapete, enquanto Madison sangra até a morte.

Mais tarde, ela se senta em uma cadeira com uma bebida, enquanto assistia Spalding enrolando o corpo de Madison no tapete. Pressentindo que algo está errado, ela vai para a estufa de Cordelia, onde o Minotauro atacou Queenie. Depois de ajudar Queenie de volta para a Academia, ela entra revoltada na sala de Cordelia culpando-a pelo ataque. Enquanto ela e Cordelia argumentam, Queenie, agora inconsciente, está morta. No entanto, Fiona magicamente respira a vida de volta para a estudante ferida.

Mais tarde, enquanto se preparava para sair, ela tem uma breve discussão com LaLaurie.

Depois de Cordelia revelar nervosamente o ataque contra Queenie e sua visita a Marie Laveau aos bruxos do Conselho, Fiona entra e diz a sua filha para parar de falar. Ela insulta Myrtle Snow e cumprimenta os outros dois membros do conselho. Myrtle informa Fiona que uma estudante tem alertado para a possível morte de uma outra estudante.

Depois de o Conselho questionar Cordelia e as outras alunas, Fiona fica novamente perante o Conselho. Myrtle descreve a Fiona todas as suas falhas, enquanto ela foi Suprema. Fiona parece afetada e despreocupada com sua falta de liderança. Após ser questionada sobre o assassinato de Madison por Myrtle, ela consegue esconder seus crimes novamente, para desgosto de Myrtle.

Depois de Cordelia ficar cega por um atacante desconhecido, Fiona fica perturbada, olhando para Cordelia em seu estado cego, enquanto no hospital. Ela pediu a ajuda de Queenie na elaboração do plano para culpar Myrtle pela cegueira de Cordelia e leva Myrtle a ser queimada viva na fogueira pelo Conselho.

Fiona começa a quimioterapia, a fim de tentar viver mais tempo para cuidar de Cordelia. Ela começou um relacionamento com O Homem do Machado, que tinha chegado a conhecê-la desde que ela era uma criança, assombrando a academia desde a sua morte. Ela começou a sentir mais os efeitos negativos da quimioterapia, como vômitos e perda de cabelo, e começou a se preocupar em ser deixada sozinha para morrer.

Cordelia, tendo descoberto que Madison foi recém-ressuscitada, descobre os crimes de Fiona no assassinato dela e começou a orquestrar com as outras alunas, bem como uma Myrtle ressuscitada, um plano para matar Fiona. Elas quase conseguem fazer Fiona cometer suicídio por uma overdose, mas Fiona foi salva pelo fantasma de Spalding, que contou a ela sobre a trama e Misty Day. Ela enfrenta as conspiradoras e observa o poder do ressurgimento da Misty. Cordelia revela a Fiona que o ataque ao lado foi cometido por um caçador de bruxas, com base na bala de prata abençoada que foi descoberta no local. Fiona recebe um pacote com a cabeça ainda viva de Delphine.

Fiona vai ver Marie Laveau, trazendo a cabeça de Delphine com ela, e oferece uma aliança contra os caçadores de bruxas. Marie Laveau rejeita a oferta, confiante de que os caçadores de bruxas são apenas problemas das bruxas de Salém. Fiona descobre Kyle Spencer, e restaura boa parte de sua mente, dizendo que a casa precisa de um cão de guarda contra a ameaça dos caçadores de bruxas.

Fiona convoca Papa Legba e pede para ser feito imortal assim como Marie Laveau, mas é negada porque ela não tem alma. Fiona e Marie se unem para matar Nan por afogamento na banheira. Depois de algum tempo, Fiona e Marie sentam-se à mesa com os caçadores de bruxas para discutir sobre uma aliança. Eles, no entanto, caem na armadilha de Fiona e Marie e são todos mortos pelo Homem do Machado. Fiona admite ao Homem do Machado que ela não o ama e ele a corta até a morte. Cordelia tem uma visão, em que todo o clã de bruxas é morto por Fiona, apenas em pé sobre o cadáver de Cordelia para rasgar o colar de sua mãe do pescoço de Cordelia. O Homem do Machado deu o corpo de Fiona como comida para os jacarés no pântano.

Fiona é vista pela última vez na sala da Academia da Madame Robichaux depois da ascensão de Cordelia á Supremacia. Quase careca e cansada de câncer, ela admite seus verdadeiros sentimentos por sua filha, bem como o que realmente aconteceu com O Homem do Machado. Ela havia abatido uma cabra e encharcou O Homem do Machado e juntou com seu sangue para fazer parecer que ele a tivesse matado. Elas se abraçam e choram até que Fiona cai flácida nos braços de Cordelia, finalmente morta.

Fiona é então visto despertando do sono em uma área desconhecida, sem os efeitos colaterais da quimioterapia. Ela começa a colocar seus sapatos; até que o Homem do Machado aparece, levando bagre no café da manhã. Fiona se recusa a comê-los, ridicularizando-o. Ela pergunta há quanto tempo ela está em casa, e O Homem do Machado diz que "Você não pode colocar um relógio na eternidade.". Eles discutem, até que ela lhe dá um tapa. O Homem do Machado também a esbofeteia em troca. Ele diz a ela para relaxar e aceitar o seu destino, como ela chora em seu ombro. Não muito longe deles, em uma mesa, aparece um Papa Legba alegre.

FrasesEditar

  • Para Madison Montgomery e Zoe Benson: "O ponto é que, neste mundo conjunto, amplo, e cruel... A única coisa que vocês tem que ter medo é de mim."
  • Para as meninas da Academia da Madame Robichaux: "Vocês, meninas, precisam aprender a lutar. Quando as bruxas não lutam, nós somos queimadas."
  • Para Cordelia Foxx: "Há uma tempestade chegando."
  • Para Cordelia Foxx: "Não me faça derrubar uma casa em você."
  • Para Delphine LaLaurie: "Vamos, Mary Todd Lincoln. Eu vou te comprar uma bebida."
  • Para as meninas da Academia da Madame Robichaux: "Eu li seus arquivos. Vocês nunca serão grandes mulheres do nosso clã, sentadas aqui em Hogwarts."
  • Para Madison Montgomery: "Você é uma bruxa vadia desleixada."
  • Para Marie Laveau: "Eu acho que quando eles dizem 'Um bom negro não envelhece', eles não estão errados. Qual é o seu segredo?"
  • Para Marie Laveau: "Talvez, em outro século, você poderia ter dois salões de merda."
  • Para Delphine LaLaurie : "Parabéns, garota, você é a nova empregada!"
  • Para Spalding: "Este clã não precisa de uma nova Suprema. Ele precisa de um novo tapete."
  • Para Delphine LaLaurie: "Não há nada que eu odeie mais do que um racista".
  • Para Delphine LaLaurie: "Quem é a bruxa mais foda da cidade?"
  • Para Harrison Renard: "Muito, bem, aqui está a minha outra oferta. Vocês todos podem apenas morrer."
  • "Eu sou Fiona Goode. Eu sou responsável por tudo."
  • "Você não ouviu, não tenho alma. Eu vou matar todas elas."
  • Para Cordelia Foxx: "Eu tenho que morrer para você viver verdadeiramente."

CuriosidadesEditar

  • Ela é a terceira personagem a ser interpretada por Jessica Lange. A primeira foi Constance Langdon em Murder House e a segunda foi a Irmã Jude em Asylum.
  • Ela é a única Suprema conhecida por ter dado à luz a Suprema da próxima geração. Fiona observou que começou a se sentir mais fraca desde o momento em que Cordélia nasceu, que foi a razão pela qual elas nunca se deram bem: Cordelia representou o pior inimigo de Fiona.
  • Fiona é a única personagem em Coven por ser interpretada por três atrizes.
  • Fiona conhece muitas celebridades, tendo uma estreita amizade com Stevie Nicks e até mesmo conhecendo Eminem pessoalmente.

ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória